24 de março de 2019

Bolsas para colecionadores



No início dos anos 90, Carlos Alberto Sobral criou uma coleção limitada de bolsas de festa artesanais que são verdadeiras esculturas, porque são criadas a partir de um bloco único de resina e são moldadas, polidas e acabadas por um único artesão. Com uma pegada artsy e no estilo clutch, muito antes dele virar febre no universo da moda no século XXI, essas bolsas são como joias. Elas não só adornam, como valorizam e dão o tom do look de quem as usa.

Bolsa Nina no efeito Multicor

Hoje existem raras unidades dessas bolsas espalhadas pelas lojas da marca e são todas tratadas como relíquias, já que sabemos que não serão mais produzidas; até porque os smartphones que dominaram nossa vida exigem que as bolsas de festa sejam maiores. Com isso, essas belezinhas que representam tão bem a arte de Carlos Alberto Sobral viraram peças de colecionadores e, se você quer ter uma, vai ter que correr.

Bolsa Ipanema no efeito encapsulado

 Se você é uma colecionadora ou não, a dica é a mesma: essas bolsas são tão bonitas e tão especiais que vale ter uma para usar para saídas noturnas chics e desapegadas da urgência de comunicação que assaltou a humanidade. Então não temos mais o direito de ficar offline? Rebele-se e fique linda!


Bolsa Tarsila e bolsa Carmem Miranda: cada peça dessa é única!

Para informações e valores sobre as peças disponíveis utilize os canais abaixo:
WhatsApp 21 99961 9285 e sac@sobraldesign.com.br.   




Nenhum comentário:

Postar um comentário